Seja bem-vindo(a) ao espaço que pretende ser, simultaneamente, depósito de memória e elemento catalisador de união entre os Sampedrenses.
Ao contrário do que o nome possa fazer transparecer, não se trata de uma associação que exija vinculo por quotas, mas sim, de um grupo de sampedrenses que pretendem, com a sua união, ver nascer uma tradição que querem fomentada e implementada por todos.

Viva SÃO PEDRO DE RIO SECO


Novamente no ar. Desculpem a demora. Grato pela fidelidade.

27 de abril de 2012

São Pedro de Rio Seco no Mundo

Estimados Sampedrenses, amigos leitores e visitantes

Recebi hoje mesmo e enviado pelo nosso conterrâneo António André, quem mais, pergunto eu, um pedido que agora vos transmito.

O apelo vem no sentido de tentar obter notícias ou saber se alguém se reconhece na foto (frente e verso) que o nosso conterrâneo me enviou. Mais do que tentar reproduzir o pedido, melhor se me torna o transcrever o pedido do nosso caro Inspector;

“ Amigo Tó Zé:

Aí te envio uma fotografia de uma família de S. Pedro que nos anos 30 ou 40 emigrou para um país da América do Sul, de língua espanhola. Sei que o casal era amigo de minha mãe, ignoro se familiar ou não. O postal é a digitalização do verso da fotografia com todos os nomes dos fotografados, com excepção da mãe que escreve mas não diz o nome. Coloca no blogue com o pedido de resposta no caso de alguém se reconhecer na fotografia.

Um abraço.”

10 Abril 1950

Imagens 148

Pois é caro amigo António André, já conseguiste secar a fonte dos elogios e agradecimentos pelo teu interesse e efectiva participação neste nosso espaço.

Um forte abraço deste Sampedrense convicto

Citrus Sénior

Sem comentários: